Tribunal mantém pena de 21 anos para homem que matou pai à facada

Publicado em Publicado por: O Paredense

O Tribunal de Penafiel manteve a pena de 21 anos de prisão ao homem que matou o pai à facada, em Caíde de Rei, Lousada, em março do ano passado, avança o Jornal de Notícias.

O acórdão foi ouvido na passada terça-feira, 25 de outubro, depois de o Tribunal da Relação do Porto ter aceite o recurso apresentado pela defesa do homicida, para ouvir um terceiro perito sobre “o estado de saúde mental do arguido”.

Em audiência, a terceira perita defendeu que o arguido estava debaixo de um surto psicótico quando matou o pai e que era inimputável.

Mas o Tribunal de Penafiel acabou por ter um entendimento diferente, assumindo que o arguido estava consciente dos atos cometidos e manteve a pena aplicada.