Tribunal determina termo de identidade e residência para jogadores do Paços de Ferreira

Publicado em Publicado por: O Paredense

Ficaram com termo de identidade e residência os dois jogadores do FC Paços de Ferreira que foram apanhados a participar numa festa privada ilegal em Esposende no último domingo.

Os atletas compareceram ontem no Tribunal de Esposende para conhecer as medidas de coação decretadas pelo Juiz. Segundo o Jornal de Notícias, podem incorrer num crime de desobediência. Além disso, esta não terá sido a primeira vez que João Pedro e David Sualehe violaram as regras de confinamento.

Ontem o FC Paços de Ferreira já tinha assumido publicamente que tinha tomado conhecimento de que os seus atletas João Pedro e David Sualehe foram identificados pelas forças policiais em circunstâncias que estão a ser apuradas pela justiça e, eventualmente, relacionadas com a violação das regras de confinamento impostas no país.

“O FC Paços de Ferreira aguarda a decisão das medidas a tomar pelas autoridades judiciais para instaurar um processo disciplinar aos referidos atletas, de acordo com as suas normas internas de funcionamento”, acrescenta o clube.

A festa ilegal decorreu na madrugada do último domingo, numa moradia em Ofir, Esposende. No local a GNR encontrou cerca de 30 pessoas, sendo que três acabaram detidos por já terem sido identificados, entre eles os dois jogadores do Paços de Ferreira.

Share This: