Taxa de incidência de novos casos tem vindo a baixar na região

Publicado em Publicado por: O Paredense

Os concelhos do Vale do Sousa registaram, entre a segunda e a terceira semana de novembro, uma diminuição de novos casos de infeção por Covid-19 mostra um relatório da Administração Regional de Saúde (ARS) Norte.

O documento reporta a evolução da situação epidemiológica na região Norte e mostra que o concelho de Freixo de Espada a Cinta, no distrito de Bragança, foi o que registou maior incidência de casos por 100 mil habitantes nas últimas duas semanas (3729).

Em segundo surge Lousada, no distrito do Porto, com 2686 casos por 100 mil habitantes e em terceiro Guimarães, no distrito de Braga, com 2458 casos.

Surgem depois os concelhos de Guimarães (2458), Vizela (2402), Paços de Ferreira (2353), Fafe (2295), Penafiel (2230), Felgueiras (2155) e Famalicão (2092).

Ainda assim, os concelhos do Vale do Sousa continuam a apresentar “risco extremamente elevado de contágio”, estando sujeitos a medidas mais gravosas.

Os últimos dados divulgados pela Direção-Geral de Saúde também mostram uma tendência de descida na região, embora os números sejam diferentes.

Entre 6 e 19 de novembro, Lousada registou 2791 infetados por 100 mil habitantes, uma descida de 16,98%. Paços de Ferreira passou dos 3698 casos (de 28 outubro a 10 de novembro) para 2533, uma redução de 31,5%.

Felgueiras registou 2221 casos e um aumento de 29,20% na incidência cumulativa nos últimos 14 dias. Em Penafiel houve também um aumento, ainda que inferior, (2,58%), com o concelho a passar de 2055 casos para 2108. Paredes registou uma redução de 19,93%, passando dos 2132 casos para 1707.

Em Castelo de Paiva houve um agravamento na situação registada entre 6 e 19 de novembro, com o município a registar 1255 casos por 100 mil habitantes, uma subida de 60,28% face ao período de 28 de outubro a 10 de novembro.