Ricardo Sousa assume que os resultados eleitorais do PSD/CDS ficaram “aquém do esperado”

Publicado em Publicado por: O Paredense

No rescaldo das eleições autárquicas em Paredes, Ricardo Sousa, candidato do PSD/CDS, assume que os resultados da coligação ficaram “aquém do esperado”.

“É verdade que os resultados ficaram aquém do esperado. Mas vai ser, agora, com estes eleitos que iremos fazer uma política construtiva, mas também fiscalizadora ao poder instalado na câmara”, referiu num comunicado emitido esta terça-feira, depois de ontem a Comissão Política Concelhia do PSD ter reunido para analisar os resultados eleitorais.

Recorde-se que o PSD obteve 25,79% dos votos (12.660) contra 62,44% (30.651 votos) do PS nas eleições autárquicas de domingo, perdendo dois vereadores no executivo municipal. A coligação PSD/CDS perdeu ainda as juntas de freguesia de Beire, Cete, Louredo e Gandra para o PS e elegeu 9 deputados municipais diretos para a Assembleia Municipal, menos dois que em 2017.

Ainda sobre as eleições, Ricardo Sousa mostra-se  preocupado com “o elevado índice de abstenção”, tanto em Paredes como a nível nacional, que “prejudica a democracia portuguesa” e lamenta o facto de “por meia dúzia de votos” a coligação PSD/CDS não ter conseguido eleger o terceiro vereador.

O líder do PSD Paredes agradeceu a dedicação e o esforço dos candidatos, militantes e simpatizantes do PSD durante a campanha e garantiu que os paredenses podem contar com os  eleitos para as Assembleias de Freguesia, Assembleia Municipal e Vereação para “apoiarem o que for de bem para o concelho”, mas também com “forte oposição e denuncia publica sobre quaisquer propostas que prejudiquem o bem-estar da população de Paredes”.

“O PSD estará atento à indemnização de milhões de euros à Be Water, à instalação “fábrica do lixo” em Baltar/Parada, à habitação social – com custo por apartamento de 150 mil euros cada -, ao aumento da dívida da Câmara, à falta de água e saneamento na maioria das freguesias do concelho, ao apoio às famílias mais carenciadas, a projetos para os jovens e para menos jovens, desporto e cultura” defende.

O líder do PSD Paredes adianta ainda que será feita uma reunião com todos os candidatos eleitos e vai ser formado um gabinete autárquico para os apoiar. O partido diz que será realizado também um plenário dos militantes para analisar e discutir a situação política nacional, e em Paredes, em particular.