PSD Paredes acusa PS de aumentar preço das sepulturas

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: CM Paredes.

A Comissão Politica do PSD de Paredes acusou o PS de aumentar o preço das sepulturas em cerca de 30 por cento. Em comunicado, a estrutura liderada por Ricardo Sousa acusa o presidente da câmara de Paredes de estar conivente com a junta de Paredes ao anuir ao aumento do custo das sepulturas para 1500 euros.

“É lamentável que o Alexandre Almeida e o atual executivo da Junta de Freguesia de Paredes, venha agora, neste momento difícil em que a população vive e que infelizmente está a provocar um elevado número de mortos, aumentar substancialmente o custo das sepulturas”, diz o líder do PSD de Paredes.

Na mesma nota, o dirigente diz ainda não acreditar que se trate de uma “súbita necessidade de reforçar a tesouraria da junta”, uma vez que “o atual executivo herdou, do seu antecessor, eleito pelo PSD, os cofres recheados com mais de 100 mil euros”.

Contactado, o presidente da junta de Paredes assegura que não houve qualquer aumento no preço das sepulturas já existentes no cemitério municipal e nos outros cemitérios da freguesia, mas antes uma atualização no preço das novas sepulturas construídas recentemente nos cemitérios de Mouriz e Gondalães.

A notícia completa na edição de 18 de fevereiro de 2021.