Mais de 380 vítimas de violência da região procuraram ajuda da APAV em 2020

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: APAV.

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) registou mais de 19.600 crimes e outras formas de violência e apoiou mais de 13 mil vítimas em 2020, a maioria mulheres (70,4%). São mais vítimas que no ano anterior, em que se registaram 11.676 apoios.

Os dados constam do relatório anual da instituição divulgado no final de março e mostram que foram realizados 66.408 atendimentos e apoiadas 13.093 vítimas diretas, que foram alvo de 19.697 crimes e outras formas de violência.

Na região houve, no ano passado, 386 vítimas de crimes de violência que procuraram ajuda dos serviços da APAV, o que representa uma descida em relação a 2019, em que 413 pessoas dos concelhos de Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Valongo procuraram a ajuda da instituição.

Paços de Ferreira foi o concelho onde se registaram mais vítimas, 155. Seguem-se Valongo e Paredes, com 79 e 73 vítimas, respetivamente. Em Penafiel foram apoiadas 30 pessoas, em Lousada 25, em Felgueiras 22 e em Castelo de Paiva duas.

A notícia completa na edição em papel de 8 de abril de 2021 ou na edição online.