Casa da Castrália, em Louredo, passa a ser património municipal

Publicado em Publicado por: O Paredense

A câmara de Paredes avançou com a compra da Casa da Castrália, em Louredo, com o objetivo de preservar o património dos “brasileiros de torna-viagem”. O investimento para o município foi de 480 mil euros e será pago no prazo de quatro anos.  

A aquisição do imóvel foi formalizada na terça-feira, 2 de novembro, com a assinatura da escritura de compra com os proprietários do edifício.

Na cerimónia estiveram presentes o presidente da câmara e vereadores, assim como o presidente da junta de Louredo e a presidente da assembleia de freguesia.

Citados na nota de imprensa, os autarcas afirmaram ser “um dia muito importante para Louredo e para Paredes, uma vez que permite a preservação e valorização do património dos “brasileiros de torna-viagem””.

A notícia completa na edição de 4 de novembro de 2021.