Campeonato Europeu de Hóquei em Patins arrancou hoje em Paredes e espera “casa cheia”

Publicado em Publicado por: O Paredense

Arrancou esta segunda-feira, em Paredes, o Campeonato Europeu de Hóquei em Patins Sénior, que junta seleções de seis países, incluindo Portugal, na luta pelo título europeu da modalidade, que pertence à Espanha, vencedora do trofeu em 2018.

Na receção às equipas realizada esta manhã, no Multiusos de Paredes, o vereador do desporto, Renato Almeida, disse ser uma “grande honra” receber este evento que vai projetar o concelho a nível nacional.

“É uma honra receber o Campeonato Europeu de Hóquei em Patins. Paredes é um município amigo do desporto e pretende continuar a promover eventos desportivos. Espero que se sintam bem em Paredes”, disse o autarca, aos representantes das seleções da França, Andorra, Espanha e Itália e Portugal que marcaram presença na sessão de boas-vindas.

“Fizemos um esforço enorme nos últimos anos para adquirir e reabilitar este pavilhão. E o intuito desse esforço era ter aqui grandes eventos que nos orgulham e que sejam também uma honra para os paredenses”, frisou.

Aos jornalistas, o vereador do desporto explicou que apesar do investimento que foi suportado pelo município para receber a prova o “retorno indireto” para o concelho será “muito superior a esse custo”.

“Tivemos muita dificuldade em arranjar estadias porque os hotéis estão lotados. Temos dificuldade em almoçar no centro de Paredes porque os restaurantes também estão cheios. E o comercio também tem algum aproveitamento de forma indireta”, realçou Renato Almeida, que acredita que a população do concelho vai aderir em massa aos jogos.

“Já temos alguns jogos esgotados, sobretudo os jogos de Portugal, Itália e Espanha e o jogo da final. Colocamos alguns bilhetes à venda no pavilhão e foram rapidamente vendidos. No dia dos jogos também vai haver bilhetes, mas acredito que vão ser igualmente vendidos de forma rápida. O pavilhão tem uma capacidade limitada para cerca de 1300 lugares e temos pena de não haver mais bilhetes”, frisou.

O protocolo assinado ao início da tarde entre a câmara de Paredes e a Federação de Patinagem de Portugal prevê um investimento de 100 mil euros da autarquia na realização do evento.

A organização espera “casa cheia” em todos os jogos de Portugal. A competição termina no sábado, 20 de novembro, e pode ser acompanhada através da televisão, com a RTP a assegurar a transmissão dos jogos. Uma vertente que o vereador do Porto diz que também vai contribuir para a projeção do concelho e para “colocar Paredes no mapa desportivo nacional”.

O primeiro jogo de Portugal neste Europeu será hoje às 21h45 frente à Alemanha.

“Reconhecimento internacional”

Na sessão de boas-vindas às equipas, o presidente da Federação de Patinagem de Portugal, Luís Sénica, destacou que “no momento difícil que a Europa atravessa, o mais importante é jogar hóquei”. Já Agostinho Silva, da World Skate Europa, agradeceu à câmara de Paredes e à Federação a realização deste campeonato.

Delfim Ribeiro, presidente da Associação de Patinagem do Porto, também destacou a importância deste evento para a promoção da modalidade, em particular junto dos jovens.

“Ter aqui um campeonato europeu é um motivo de satisfação e orgulho. É o reconhecimento internacional da capacidade que Portugal e nomeadamente as associações têm para realizar eventos”, disse aos jornalistas, falando de um reflexo direto da competição juntos dos jovens que se estão a iniciar na modalidade. “Após estes eventos aparecem mais miúdos a praticar a modalidade. Só por isso já é de valorizar. Com a pandemia houve um decréscimo de jovens praticantes e é muito importante que esta competição se realize aqui no Norte porque vai certamente chamar mais miúdos”, frisou.

Na Associação de Patinagem do Porto existem atualmente 27 clubes de hóquei em patins e milhares de jovens a praticar a modalidade nos diferentes escalões.