Assembleia Municipal de Paredes aprova resgate da concessão de água e saneamento depois do PSD abandonar a sala

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: arquivo


A assembleia municipal de Paredes aprovou esta segunda feira, 28 dezembro, a autorização para a câmara municipal resgatar a concessão dos sistemas de água e saneamento do concelho e criar os serviços municipalizados.

A proposta foi aprovada com 25 votos a favor das bancadas do PS e da CDU e do presidente da junta de Louredo, José Borges, o único membro eleito pelo PSD que permaneceu na sessão.
Os restantes deputados da bancada social-democrata abandonaram a sessão depois de Manuel Gomes ter voltado a afirmar que não foram fornecidos os documentos essenciais para uma análise consciente e uma discussão fundamentada do tema.


O CDS votou contra, defendendo que “a câmara não tem capacidade financeira” para pagar o resgate, que “vai hipotecar o futuro do concelho”.
A CDU lançou duras críticas à atitude do PSD que decidiu abandonar a sala e defendeu que a solução apresentada pelo executivo permite resolver um problema grave no concelho de Paredes.


Na reunião de câmara realizada no passado dia 21 dezembro os vereadores do PSD já não tinham participado na discussão do tema, usando dos mesmos argumentos de falta de informação.

Notícia em atualização.