Vânia Nunes: “Enghien é uma vila muito calma para viver em família”

Publicado em Publicado por: O Paredense
A família Nunes emigrou em 1996 em busca de uma vida melhor.

A família Nunes emigrou em 1996 em busca de uma vida melhor.

Vânia Nunes vive na Bélgica há 21 anos. Quando os pais resolveram emigrar, em 1996, Vânia tinha apenas 3 anos. A família saiu do país em busca de uma vida melhor, à semelhança de tantas outras que resolvem deixar para trás as dificuldades de uma vida.

Os primeiros anos na Bélgica foram passados numa zona próxima de Bruxelas, até que a família decidiu deixar a confusão da capital e instalar-se numa zona periférica mais tranquila. “Decidimos mudar para Enghien precisamente porque é uma vila mais calma para se viver em família”, explica a jovem emigrante.

Os dois irmãos mais novos de Vânia já nasceram na Bélgica. Bruno tem 19 anos e já trabalha na construção civil. O mais novo, Rafael, de 16, ainda estuda. O pai também trabalha na construção civil e a mãe numa agência de limpezas. Vânia estudou até aos 18 anos. Tirou um curso de secretariado e gestão e conseguiu trabalho logo que saiu da escola. A jovem de Louredo é vendedora num talho em Saint-Gilles, no Parvis, Bruxelas. “É muito reputado pelas suas sandwiches na hora do almoço. Mas também vende todo o tipo de carne e charcutaria. É um dos melhores da zona”, garante a jovem, que se mostra satisfeita com a oportunidade de trabalho que conseguiu arranjar. “É um estabelecimento muito familiar com poucos empregados. Somos seis no total, já a contar com os patrões”, acrescenta.

 

Leia a entrevista completa na edição em papel de 6 de abril de 2017 ou subscreva a edição online.

Share This: