Segurança Social voltou a retirar utentes da Casa do Gaiato de Beire

Publicado em Publicado por: O Paredense

A Segurança Social voltou na passada quinta-feira, dia 6 dezembro, a retirar utentes da Casa do Gaiato de Beire, Paredes. Vários técnicos da Segurança Social estiveram em Beire, acompanhados de elementos da GNR e autoridades judiciais para cumprir um mandato judicial e encerrar a instituição.

Há cerca de um mês, a Segurança Social já tinha transferido dezenas de utentes da Casa do Gaiato de Beire para outras instituições.

Em comunicado, o Instituto da Segurança Social explica que no decurso dessa ação de fiscalização realizada a 7 de novembro “para além de se confirmar que a Casa de Beire é um equipamento social ilegal, porque não é licenciado”, foram encontradas “precárias condições de instalação”, nomeadamente “quartos e casas de banho sem as condições de higiene e salubridade, utentes a dormir em camaratas sem aquecimento, bem como as irregulares condições de funcionamento das respostas, com um quadro de pessoal deficitário e sem pessoal especializado para as problemáticas dos utentes ali acolhidos e utentes impedidos de se deslocarem aos respetivos médicos de família, entre outros aspetos, que determinaram que fosse tomada a decisão de encerramento imediato, com carácter de urgência”.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 13 de dezembro de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: