Rui Caetano: “Estou extremamente grato ao futebol pela carreira que fiz”

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: Dr.

Formado no União de Paredes e no FC Porto, Caetano impulsionou a sua carreira no Paços de Ferreira, clube onde esteve três épocas e meia, passando depois pelo Gil Vicente, Penafiel e Aves. Somou várias internacionalizações pelas seleções jovens de Portugal, tendo como ponto mais alto presença na fase final do Campeonato do Mundo de sub-20, realizado em 2011na Colômbia, onde se sagrou vice-campeão mundial.

Em entrevista ao jornal PAREDENSE, Caetano fala sobre este adeus ao futebol para se dedicar aos negócios da família e recorda alguns dos melhores momentos da sua carreira que começou nas camadas jovens do União de Paredes.

Como te sentes depois desta despedida do futebol?

Sinto uma nostalgia grande por ter deixado o futebol e também uma felicidade muito grande pela carreira que fiz e por conseguir acabar da forma como acabei. Não podia estar mais satisfeito.

Estavas à espera de marcar?

Tinha um feeling que ia marcar e por isso é que pedi ao técnico de equipamentos para jogar com duas camisolas.

A minha mãe sempre me acompanhou nos jogos desde as escolinhas do Paredes e queria marcar para lhe dar a camisola. Nem nos meus melhores sonhos acreditava que podia acabar desta forma e num estádio que me diz muito. Estou extremamente feliz e grato ao futebol pela carreira que fiz.

A entrevista completa na edição digital de 21 de janeiro de 2021.

Share This: