Piscina ao ar livre era uma “obra há muito ansiada pelos paredenses”

Publicado em Publicado por: O Paredense

A câmara municipal de Paredes deu início a construção da piscina ao ar livre e do bar de apoio no parque da cidade de Paredes. A primeira pedra da obra foi lançada esta sexta-feira. A cerimónia simbólica contou com a presença do presidente da câmara, vereadores e o executivo da junta de Paredes.

“É um dia de muita felicidade porque efetivamente estamos a dar início a mais um projeto e uma promessa do presidente da câmara de Paredes. É com muito gosto que vemos as obras que estão a acontecer na freguesia de Paredes. Faço votos que esta obra corra no seu melhor e que para o ano estejamos aqui a festejar esta obra que há muito tempo era ansiada pelos paredenses”, reforçou o presidente da junta de Paredes, Artur Silva.

O presidente da câmara, Alexandre Almeida, garantiu que esta obra diz muito ao executivo municipal e que Paredes, apesar de ser um dos concelhos mais jovens do país não tinha um espaço de lazer com uma piscina ao ar livre.

 “Vamos aproveitar também para construir um bar de apoio que irá dar outra atividade que um parque destes merece. Podíamos ter escolhido outro local, mas entendíamos que uma obra com esta dignidade tinha que ser no parque da cidade de Paredes. E com isso não vamos diminuir o parque, porque ainda há três meses adquirimos mais uma parcela de terreno e estamos neste momento a negociar a compra de mais parcelas no fundo do parque e também do lado esquerdo”, frisou o autarca, garantindo que a obra não vem diminuir o parque, mas sim qualificá-lo.

Na mesma cerimónia o autarca garantiu ainda que no parque da cidade de Paredes deverá nascer também um parque radical, cuja construção deverá avançar ainda este ano. “O objetivo é dar vida à cidade de Paredes e este é mais um dos investimentos que vai dar corpo a esta nossa ambição”, frisou.

Recorde-se que o projeto da piscina ao ar livre, orçado em cerca de 1,4 milhões de euros, terá um tanque principal composto por oito pistas, dotado de condições para a prática de natação de competição, e uma piscina mais pequena para as crianças, balneários e um bar de apoio, que será concessionado.

O equipamento deverá estar concluído em junho do próximo ano.

Share This: