Paredes recebe Campeonato Nacional de Estrada de Ciclismo

Publicado em Publicado por: O Paredense

O concelho paredense pretende manter a aposta no ciclismo e nos atletas jovens da modalidade. Para isso o executivo aposta no Campeonato Nacional de Estrada para juniores e cadetes que percorre as ruas da cidade entre 17 e 18 de agosto.

A sessão de apresentação da prova decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes e vai contar com cerca de 300 jovens participantes.

Enquanto anfitrião, Alexandre Almeida mostrava-se visivelmente orgulhoso pelo seu executivo por acolher o campeonato: “O concelho de Paredes é uma terra de grandes ciclistas e, por isso, sábado e domingo, 17 e 18 de agosto, não vão faltar entusiastas da modalidade, cujo trajeto do Campeonato Nacional de Estrada para juniores e cadetes passa por quase todas as freguesias de Paredes”.

O presidente da autarquia foi mais longe e garantiu: “Não tenho dúvidas que a população vai aderir e eu próprio gostava de ver o nome de Paredes novamente associado a uma equipa profissional”.

Foto: CM Paredes

Numa aposta que ronda os 10 mil euros, Alexandre Almeida assegurou que “o apoio não pode ser maior nesta fase, uma vez que a autarquia anda atravessa dificuldades financeiras”. No entanto, o presidente deixou uma promessa para o futuro: “Mal seja possível queremos apoiar mais a modalidade. Queremos mudar o paradigma em Paredes e já estamos a apostar no desporto escolar. Vamos querer incentivar cada vez mais o uso da bicicleta”.

Paulo Silva, vereador do desporto, também recordo o passado glorioso do concelho na modalidade: “Paredes é uma terra que deu muitos e bons nomes ao ciclismo”.

Cândido Barbosa foi uma das figuras notáveis do ciclismo português, a marcar presença na cerimónia. O paredense recordou o percurso de sucesso que iniciou no concelho: “O meu primeiro título de campeão nacional foi cá, aqui no Parque José Guilherme”, e acrescentou “Estes campeonatos de juniores e cadetes têm uma importância acrescida, porque surgem numa altura decisiva em que os jovens ciclistas têm de decidir dar o salto para sub-23 e profissionais. Por isso, é importante criar condições para que desfrutem da bicicleta”.

Foto: CM Paredes

Os campeonatos Nacionais de Fundo e Contrarrelógio são organizados pela UVP- FPC – Federação Portuguesa de Ciclismo e da Associação de Ciclismo do Porto com o apoio da Câmara Municipal de Paredes.

O Campeonato Nacional de Contrarrelógio 2019, cadetes e juniores (masculinos) e cadetes, masters 30-40-50 e juniores (femininos) arranca com as provas de contrarrelógio, às 15h00 de sábado, com partida e chegada no Parque da Cidade, em Paredes, num percurso de 12,7 quilómetros.

Os cadetes masculinos do Campeonato de Fundo 2019 vão percorrer 75,9 quilómetros com partida simbólica marcada em frente à Junta de Freguesia de Lordelo, às 10h00, e termina em Rebordosa (em frente ao edifício A CELER).

Os ciclistas juniores do Campeonato Nacional de Fundo iniciam o exercício individual com percurso extenso de 116,2 quilómetros, às 15h00. A prova tem partida em frente à Junta de Freguesia de Lordelo e chegada à meta montada na cidade de Rebordosa.

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, sublinhou que “o ciclismo de formação é uma aposta e uma missão da federação que procura novos campeões e novos atletas, numa prova exigente como esta”. Delmino Pereira lembrou ainda: “Esta é uma modalidade em crescimento e que tem ser uma aposta cada vez maior. A bicicleta é uma forma saudável e ecológica de mobilidade e estima-se que nesta altura 60% das crianças não saberão andar de bicicleta”.

A cerimónia contou com a presença de Tiago Ferreira, ciclista do Futebol Clube do Porto, natural de Rebordosa; Rui Vinhas, ciclista do Futebol Clube do Porto, último português a vencer a Volta a Portugal; e Raul Alarcón, vencedor da Volta a Portugal 2018.

Share This: