Paredes e a Primeira República: A Escola Cívica do Povo

Publicado em Publicado por: O Paredense
Edifício da antiga escola primária de Louredo, construído durante a Primeira República

Edifício da antiga escola primária de Louredo, construído durante a Primeira República

«Consta-me que está funcionando nessa freguesia no lugar de S. Tiago, uma escola particular frequentada por crianças dos dois sexos e regida por uma ex-irmã de caridade. Se o facto for verdadeiro, como creio, ordeno-vos que sem perda de tempo intimeis a delinquente a fechar a escola.»

 

Os ideólogos republicanos sempre consideraram a educação e o ensino um pilar estruturante da formação cívica dos indivíduos e das sociedades. A escola seria, para o «homem novo» da República, não apenas o local onde adquiriria conhecimentos, mas também onde aprofundaria e aperfeiçoaria, ao nível do espírito, os valores e princípios considerados essenciais à existência (Moura, 2004).

Texto escrito por Ivo Rafael Silva

Leia o artigo completa na edição em papel de 6 de setembro de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: