Ordem dos Enfermeiros acusa Hospital de Penafiel de substituir enfermeiros por videovigilância

Publicado em Publicado por: O Paredense

A Ordem dos Enfermeiros acusou na passada terça-feira a direção do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) de estar a colocar “profissionais sem experiência em cuidados intensivos” a cuidar de doentes Covid-19 que necessitam de ventilação e de ter substituído enfermeiros por videovigilância.

“Em causa está a falta de condições de vigilância e de cuidados a doentes com Covid ventilados, numa estrutura sem condições, onde foram instaladas câmaras de vídeo vigilância, o que é manifestamente ilegal e, como tal, recusado pelos profissionais”, refere a OE em comunicado, contando que situação foi denunciada por um grupo de enfermeiros que foram colocados nesta unidade sem terem recebido qualquer tipo de formação em cuidados intensivos.

A notícia completa na edição em papel de 24 de dezembro de 2020 ou na edição online.

Share This: