Nova Associação Gui quer ajudar crianças com cancro

Publicado em Publicado por: O Paredense

Poucos são os que não se devem lembrar da história do pequeno Guilherme, um menino de Paredes, de quatro anos, a quem foi diagnosticada uma leucemia linfoblástica aguda (células tipo T) e que faleceu em outubro do ano passado.

Depois de terem lutado contra a doença ao lado do filho, Marisa Mota e Mário Monteiro decidiram criar uma associação, sem fins lucrativos, para ajudarem outras crianças e as famílias que lutam contra esta doença.

Assim nasceu a Associação Gui, que foi constituída numa cerimónia realizada na Biblioteca Municipal de Paredes, a 23 de março, dia em que o pequeno Guilherme completaria cinco anos de vida.

Entre os membros desta associação estão os pais, amigos e familiares do Gui, cuja história de luta gerou uma onda de solidariedade no concelho e na região.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 4 de abril de 2019 ou subscreva a edição online.

Share This: