Moto Clube de Rebordosa homenageou “eternos sócios” Pedro Leal e José Nogueira

Publicado em Publicado por: O Paredense

Nove meses depois do trágico atropelamento por vingança que deixou em choque a população local, o Moto Clube de Rebordosa voltou a prestar homenagem aos “eternos sócios” Pedro Leal e José Nogueira que morreram a 23 de fevereiro, na sequência do atropelamento em frente à sede do moto clube, na antiga escola das Cabaneiras.

O trágico incidente deixou marcas profundas na comunidade. O condutor, um emigrante também ele de Rebordosa, lançou o carro contra a multidão e colheu cinco pessoas. Duas acabaram por morrer. Pedro Leal (“Espanhol”), de 36 anos, e José Nogueira, de 30 anos, eram sócios do Moto Clube de Rebordosa e Espanhol era membro da direção.

No passado sábado, 23 novembro, voltaram a ser lembrados pelos amigos motards. A homenagem foi feita na festa do 18.º aniversário da associação, e juntou os familiares das duas vítimas.

Leia a notícia completa na edição em papel de 28 de novembro de 2019 ou subscreva a edição online.

Share This: