Morreu Jorge Malheiro, ex-presidente da câmara de Paredes

Publicado em Publicado por: O Paredense

O antigo presidente da câmara de Paredes Jorge Malheiro, de 79 anos, morreu este sábado, 14 novembro, revelou o município, apresentando à família enlutada o mais profundo pesar e sentidas condolências.

Numa nota publicada esta tarde, a câmara deu conta da morte do antigo autarca Jorge Maria Fontoura de Queirós Malheiro, eleito pelo CDS, nascido a 23 de dezembro de 1940.

“Foi com profunda consternação que tomamos conhecimento do falecimento do Senhor Dr. Jorge Maria Fontoura de Queirós Malheiro, ex-presidente da Câmara Municipal de Paredes”, pode ler-se na nota de pesar publicada na página oficial do município na rede social Facebook.

“Neste momento de luto, o Município de Paredes apresenta à família enlutada o mais profundo pesar e sentidas condolências. O atual presidente da câmara, Alexandre Almeida, e o seu executivo municipal prestam solidariedade à família e amigos enlutados”, refere a autarquia na mesma nota.

Jorge Maria Fontoura de Queirós Malheiro esteve à frente dos destinos da autarquia desde agosto de 1977 até dezembro de 1993. Concorreu à câmara de Paredes em 1976 integrado como número dois da lista do CDS-PP que ganhou as eleições. Em agosto de 1977 assumiu o cargo de presidente da câmara após a resignação de Francisco Ribeiro da Mota.

Do seu percurso político destacam-se alguns projetos de relevo para o desenvolvimento do concelho, como o saneamento da vila de Paredes, a elevação de Paredes a cidade, a remodelação e ampliação do edifício dos Paços do Concelho, as obras de alargamento e melhoramento de vários cemitérios, a construção de arruamentos em todo o concelho, a infraestruturação de vários equipamentos escolares, a remodelação da rede de distribuição de energia elétrica em várias freguesias e a construção da ETAR de Paredes.

Dos 16 anos de gestão de Jorge Malheiro destacam-se ainda a construção do Bairro O Sonho, a instalação do núcleo da delegação da Cruz Vermelha de Paredes, a implementação da CESPU, em Gandra e a compra de 18 mil metros quadrados da Quinta da Estrebuela destinada ao Parque da Cidade de Paredes.

Recebeu em 2015 a Chave de Honra do Município de Paredes e em 2017 o seu nome foi atribuído a uma rotunda da cidade e à piscina municipal, a primeira da região.

A câmara já decretou três dias de luto municipal, a cumprir hoje, amanhã e segunda-feira.

As cerimónias fúnebres terão lugar no cemitério de Prado do Repouso, no Porto, ainda em data a definir, sendo reservadas somente a familiares diretos.

Share This: