Medalha de Ouro atribuída ao “ilustre industrial e benemérito do concelho”

Publicado em Publicado por: O Paredense
A distinção, a título, póstumo, foi entregue aos netos do comendador, nascido em Baltar e reconhecido no Brasil como o “Rei do Algodão e do Cimento”.

A distinção, a título, póstumo, foi entregue aos netos do comendador, nascido em Baltar e reconhecido no Brasil como o “Rei do Algodão e do Cimento”.

A câmara municipal de Paredes atribuiu a Medalha de Ouro do Município, a título póstumo, ao Comendador António Pereira Inácio, pelo mérito industrial e o seu papel como benemérito do concelho de Paredes, e em particular da freguesia de Baltar, terra onde nasceu.

A proposta foi apresentada e aprovada por unanimidade na última reunião do executivo, onde o presidente da câmara municipal lembrou o ilustre industrial, distinto filantropo e benemérito do concelho de Paredes.

“Esta condecoração mais não é que a justa homenagem ao benemérito que se afirmou empreendedor no mundo dos negócios no Brasil e um justo agradecimento pelas suas contribuições relevantes na afirmação da sua terra e no auxílio aos mais desfavorecidos”, realçou Alexandre Almeida.

A Medalha de Ouro foi entregue aos netos do comendador, na sexta-feira, dia 2 de março, no decorrer da cerimónia de inauguração das instalações do jardim-de-infância do Centro Social e Paroquial de Baltar.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 8 de março de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: