Marina Teixeira: “Mudar de país contribuiu muito para o crescimento pessoal e profissional”

Publicado em Publicado por: O Paredense
Marina Teixeira, 26 anos, é enfermeira e trabalha em Fribourg, na Suíça, na área da geriatria.

Marina Teixeira, 26 anos, é enfermeira e trabalha em Fribourg, na Suíça, na área da geriatria.

Marina Teixeira é uma jovem enfermeira que foi “forçada” a abandonar o seu país em 2014 porque não encontrou um trabalho que correspondesse aos seus objetivos profissionais. “A falta de oportunidades e de condições de trabalho” continuam a ser as principais razões para que os enfermeiros em início de carreira emigrem, diz a jovem.

“Tenho vários amigos que, tal como eu, vieram para a Suíça à procura de novos desafios. Mas também tenho amigos a viver em Angola Londres e Paris”.

Marina partiu para a Suíça em abril de 2014, indo-se encontrar com o namorado Pedro, médico-dentista, que tal como ela foi atrás de oportunidades melhores.

Desde então, tem estado a trabalhar como enfermeira no serviço de geriatria de um estabelecimento médico-social em Fribourg. Marina trabalha em média 42 horas semanais e garante que este é um trabalho gratificante.

 

Leia a reportagem completa na edição em papel de 11 de janeiro de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: