Lurdes Santos: “A Suíça oferece muitas perspetivas de futuro”

Publicado em Publicado por: O Paredense
A jovem de Rebordosa é rececionista de hotel, mas está a estudar para chegar a assistente jurídica.

A jovem de Rebordosa é rececionista de hotel, mas está a estudar para chegar a assistente jurídica.

Aos 23 anos de idade Lurdes Santos decidiu embarcar num novo desafio e emigrar. Estava a um ano de terminar o curso de Direito, em Portugal, quando perdeu a bolsa de estudos e foi obrigada a congelar a matrícula.

Foi nessa altura que decidiu emigrar. Queria juntar dinheiro durante um ano e voltar a Portugal para acabar o curso, mas a vida acabou por seguir um rumo diferente.

Apesar de ter família emigrada em Inglaterra, Lurdes Santos optou pela Suíça. “A minha cunhada tinha uns primos a viver na Suíça e eles precisavam de alguém para cuidar dos filhos”, conta a jovem.

Lurdes viu ali a oportunidade para começar a trabalhar. Ficou a viver em casa desse casal até arranjar um novo trabalho (num restaurante português) e conseguir o visto de residência na Suíça.

Atualmente a jovem natural de Rebordosa trabalha como rececionista no hotel L’Union, em Epalinges, uma cidade do distrito de Lausanne, na Suíça. Para além do atendimento aos clientes, Lurdes também assume tarefas administrativas e no departamento de contabilidade.

Gosta do que faz e diz que acima de tudo vê neste trabalho uma oportunidade para chegar mais longe. “Neste momento estou a fazer uma formação para ser secretária jurídica, ou seja, assistente de advogado. E acho que o trabalho como rececionista me ajuda a adquirir competências importantes para conseguir um emprego nesta área”.

 

Leia a reportagem completa na edição em papel de 19 de outubro de 2017 ou subscreva a edição online.

Share This: