José Mota: “Sempre sonhei com uma final da Taça”

Publicado em Publicado por: O Paredense
A equipa treinada por José Mota conquistou a primeira presença na final do Jamor.

A equipa treinada por José Mota conquistou a primeira presença na final do Jamor.

O Desportivo das Aves apurou-se pela primeira vez para a final da Taça de Portugal. Venceu o Caldas no jogo da segunda mão das meias-finais, por 2-1, após prolongamento, com golos do médio Vítor Gomes. A partida foi disputada a 18 de abril no Campo da Mata, nas Caldas da Rainha, e terminou com a festa dos avenses.

A conquista deste feito inédito deixou os adeptos avenses em euforia.

Os adeptos avenses em euforia.

A conquista deste feito inédito deixou os adeptos avenses em euforia. Tanto no Campo da Mata, nas Caldas da Rainha, como já de madrugada na Vila das Aves, centenas de sócios e simpatizantes do clube festejaram a vitória com os jogadores e a equipa técnica, já depois das 2h30 da madrugada.

Apesar da hora tardia, os adeptos não arredaram pé do estádio para receber os heróis da noite, incluindo o treinador José Mota, que voltou a ser aclamado por mais uma conquista trazida para o clube, depois da histórica subida ao escalão principal do futebol português, na época passada.

Para o técnico de Lordelo, o sabor desta conquista não podia ser melhor. “É um grande feito para o clube. Estar na final da Taça é um sonho de menino. Crescemos a sonhar com a intenção de fazer algo e eu sempre sonhei com uma final da Taça. Se calhar vamos ter pela primeira vez uma final no Jamor com um clube de uma freguesia, de uma vila. Só posso estar feliz”.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 3 de maio de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: