Jorge Pereira: “Gostava de conseguir vencer mais um pódio nacional”

Publicado em Publicado por: O Paredense
Jorge Pereira, campeão nacional de atletismo sub-18, é uma das jovens promessas do atletismo português.

Jorge Pereira, campeão nacional de atletismo sub-18, é uma das jovens promessas do atletismo português.

O atleta Jorge Pereira, da secção de atletismo da Casa do Benfica de Paredes conquistou, no passado dia 5 de fevereiro, no Pombal, o título de campeão nacional sub-18, ao vencer a prova de 3000 metros de pista coberta no campeonato nacional de juvenis, em 9 minutos e 08 segundos.

Este é o primeiro título nacional conquistado pelo jovem atleta natural do Marco de Canaveses, que foi recentemente distinguido com o prémio Revelação do Ano, na Gala de Desporto 2017 do município do Marco de Canaveses, pelos feitos concretizados na época 2015/2016.

Em entrevista ao jornal O PAREDENSE, Jorge Pereira garante que está agora concentrado em alcançar os objetivos definidos para o resto da época. Jorge Pereira quer alcançar os mínimos para o mundial de juvenis e lutar por mais um pódio nacional.

Foi ao Pombal conquistar o título de Campeão Nacional sub-18. Estava à espera deste resultado?

Sabia que era capaz de discutir a vitória, por isso entrei na prova com esse objetivo, mesmo sabendo as dificuldades que iria enfrentar. Era previsível que a corrida fosse muito tática, lenta ao início, e rápida no final, e isso acabou por me favorecer.

Ficou feliz com o resultado?

Sempre sonhei em subir ao pódio, e até em ganhar, mas só acreditei que tinha acontecido quando abracei a minha mãe no final da corrida. Foi um momento arrepiante e de certeza que nunca o irei esquecer. Comecei a chorar de alegria.

O facto de ser juvenil de primeiro ano só me dá mais tempo para evoluir e mais oportunidades para competir ainda neste escalão.

Quais são as expectativas para as próximas provas?

Tenho já no início de março o nacional de corta mato longo e espero estar lá para discutir um lugar no pódio. Depois vem o nacional de desporto escolar, mas ainda não tenho objetivos bem definidos para essa prova.

 

Leia a entrevista completa na edição em papel de 23 de fevereiro de 2017 ou subscreva a edição online.

Share This: