João Barros sai da Madeira mais longe do título

Publicado em Publicado por: O Paredense
Uma avaria mecânica levou João Barros a desistir perto do fim da prova, complicando as suas hipóteses de ser campeão nacional.

Uma avaria mecânica levou João Barros a desistir perto do fim da prova, complicando as suas hipóteses de ser campeão nacional.

Alexandro Camacho venceu a 58.ª edição do Rali Vinho da Madeira, disputado no último fim-de-semana. Esta é a primeira vitória do piloto madeirense neste rali, uma “ambição que tinha” há muito tempo e para a qual “trabalhou muito”.

Em 2.º lugar ficou o piloto italiano Giandomenico Basso que ainda tentou chegar à vitória, mas, no fim, os problemas elétricos dificultaram a corrida à quinta vitória do italiano no Rali da Madeira. Contudo, Basso conseguiu ficar como 1.º na classificação do European Rally Thropy (TER).

O mais infeliz foi mesmo João Barros, que desistiu na PE 17 – Porta do Sol 2 e complicou as suas hipóteses de ser campeão nacional. O piloto de Paredes foi forçado a desistir já muito perto do fim da prova, após uma avaria no seu Ford Fiesta R5.

João Barros era segundo na classificação, ocupando igual posição no campeonato, mas foi ultrapassado por Miguel Barbosa que conquistou a primeira vitória no campeonato no Rali da Madeira, passando ao 2.º lugar da tabela classificativa geral.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 10 de agosto de 2017 ou subscreva a edição online.

Share This: