Há várias caixas solidárias espalhadas pelo concelho

Publicado em Publicado por: O Paredense

“Leve o que precisar, deixe o que quiser”. É assim que funciona o movimento Caixa Solidária, que partiu da ideia do fotojornalista Nuno Botelho e rapidamente se espalhou pelo país para ajudar quem mais precisa neste tempo de incerteza provocado pela pandemia da Covid-19.

Desde abril foram espalhadas pelo país, continente e ilhas, mais de mil caixas solidárias. Em Paredes há já algumas dezenas, colocadas em diferentes pontos do concelho. Em Vilela a iniciativa partiu de um grupo de jovens, entre eles Ana Rita Torres, que começou por colocar três caixas na capela de São José, no fontanário e na Senhora da Hora.

A notícia completa na edição digital de 28 de maio de 2020 que pode aceder gratuitamente aqui.

Share This: