Futebolistas debateram importância da escolaridade com alunos

Publicado em Publicado por: O Paredense

A biblioteca da Escola Básica de Rebordosa acolheu uma ação de sensibilização destinada aos alunos sobre a importância da escolaridade na carreira dos futebolistas. A iniciativa decorreu no passado dia 11 de março, no âmbito projeto “Paredes Educa – Construir Mais Sucesso”, lançado pelo município em setembro do ano passado para combater o insucesso e abandono escolar.

“Quero ser futebolista, e agora?” foi o tema do debate que envolveu cerca de meia centena de alunos e representantes do “mundo do futebol”: João Paulo Ribeiro, dirigente do Sindicato de Jogadores Profissionais da Zona Norte, Herédia, diretor desportivo do Rebordosa Atlético Clube, Luís Dias, jogador do Futebol Clube de Penafiel e Paulo Jorge (“Ginho”), jogador do União Sport Club de Paredes.

Em nota de imprensa, a autarquia explica que a sessão focou-se na “desmistificação das crenças e na necessidade de se motivar os alunos para a importância de estudar, como fator importante para qualquer carreira profissional, nomeadamente no futebol”.

“Com o testemunho de jogadores, ex-jogadores e responsáveis de clubes, que falaram dos “casos de sucesso e de insucesso que afetaram ou afetam as suas vidas”, os promotores do debate procuraram ajudar os estudantes à reflexão sobre a importância da escolaridade”, refere a autarquia.

Muitos dos alunos que participaram no debate e que desejam seguir carreira como futebolistas não consideram a escolaridade uma prioridade, nem os conteúdos que aprendem nas disciplinas, para obterem êxito profissional.

No âmbito do projeto “Paredes Educa – Construir Mais Sucesso” foi estabelecida uma parceria com o Sindicato Profissional de Jogadores, representado pelo responsável da zona norte, João Paulo Ribeiro, com o objetivo de os atletas do futebol irem às escolas de Paredes darem o seu testemunho e motivarem os alunos a cumprirem os estudos em paralelo com a atividade desportiva.

Share This: