Famílias de Rebordosa e Recarei já foram realojadas

Publicado em Publicado por: O Paredense

Uma família de Rebordosa, com duas pessoas infetadas com Covid-19, foi realojada na escola do Muro, enquanto decorre o tratamento de quarentena. São dois homens de 83 e cerca de 50 anos que foram sinalizados pela GNR por não estarem a cumprir a quarentena.

“Os restantes elementos da família preferiram ficar na sua habitação permanente e estas duas pessoas foram realojadas temporariamente na escola do muro”, garantiu a presidente da junta, Salomé Santos.

O espaço que estava devoluto foi adaptado pela câmara municipal e junta de freguesia para receber os dois infetados durante o período de quarentena.

A família foi realojada na passada quarta-feira, 15 abril, tendo sido transportada pelos bombeiros de Rebordosa. O apoio alimentar está a ser assegurado pela Associação para o Desenvolvimento de Rebordosa (ADR).

No início de abril já tinha sido realojada no jardim-de-infância de Trás de Várzea, em Recarei, uma outra família, que tem uma pessoa infetada com Covid-19. O espaço foi adaptado pela junta de freguesia e pela câmara municipal.

A família vivia numa casa sem condições para garantir o isolamento da pessoa infetada, uma mulher de 50 anos, que vive com a mãe de 87 e o sobrinho de 22 anos. “Além de não ter casa de banho, a casa tem divisões separadas por cortinas”, adiantou o presidente da junta, Belmiro Sousa. A família foi realojada no dia 4 de abril e tem recebido apoio alimentar do centro social de Recarei.

Share This: