Renato Ribeiro: “As raízes portuguesas estão ligadas à música de baile”

Publicado em Publicado por: O Paredense

Renato Ribeiro, 24 anos, natural de Valongo, sempre foi apaixonado pela música e aos 18 anos já tinha a sua própria empresa de animação. Em março lançou o disco “Renato o Baile é bom”, o seu primeiro trabalho a solo com letras de Marante.

No final de setembro o cantor vai apresentar o seu novo videoclipe, gravado na Festa da Nossa Senhora das Necessidades, Baltar, e promete outras tantas novidades para breve. Em entrevista ao PAREDENSE, o jovem cantor fala sobre o seu percurso na música e a ambição de chegar mais longe e fazer carreira na música.

Lançou há cerca de meio ano o primeiro álbum, “Renato, o Baile é Bom”.  É um disco que reflete, acima de tudo, o seu gosto pela música tradicional portuguesa?

É um disco versátil, com músicas para todas as idades e vários géneros musicais, desde a quizomba, á música de baile, passando pelas baladas, rumba e o bolero.

As músicas foram compostas por mim e pelo Marante. A letra é do Marante e a composição de Luís Marante, filho do Marante. Foi gravado no estúdio Atlanta Produções e foram eles que deram o ser ao cd.

Como surge a oportunidade de gravar com o Marante?

Foi durante um espetáculo que fizemos para promover o restaurante dos meus sogros, em Vila Cova, onde o Marante esteve. Gostou de me ver cantar fez-me a proposta para gravar um disco a solo. E ficamos amigos.

 

A entrevista completa na edição de 19 de setembro de 2019 ou na edição online.

Share This: