Duelo entre candidatos termina com um nulo

Publicado em Publicado por: O Paredense

Texto escrito por Cristina Borges.

Na 13ª jornada da Divisão Elite, o Nun’Álvares viajou até ao Marco de Canaveses para defrontar o São Lourenço do Douro. Aguardava-se com grande expectativa numa partida entre dois dos principais candidatos à subida de divisão.

Numa “luta taco a taco” pelos lugares cimeiros da tabela classificativa, as duas equipas entraram em campo com o objetivo de alcançarem a vitória.

Ao longo de todo o encontro ambos os conjuntos trabalharam com o objetivo de atingirem o golo, que teve perto de acontecer para a equipa da casa, mas os marcoenses desperdiçaram uma grande penalidade.

A disputa pelos lugares que dão acesso à subida de divisão mostrou que será levada até ao fim, já que o encontro terminou empatado a zero.

Apesar da igualdade, o Nun’Álvares manteve-se no primeiro lugar da classificação, com 25 pontos, mais três do que o 2º classificado, o Aparecida. O São Lourenço do Douro é 3º com os 22 pontos.

No final do encontro, Eduardo Moreira salientava a qualidade das equipas, mas mostrava-se insatisfeito com o desempenho da equipa de arbitragem: “Desde cedo percebemos que iria ser um jogo bastante complicado, pelas dimensões do campo, pela valia do adversário e pelas posições que ambas as equipas ocupam na tabela classificativa. No entanto, tornou-se ainda mais difícil, porque o adversário condicionou-nos bastante naquilo que mais gostamos de fazer, que é jogar logo na primeira fase de construção, obrigando-nos a jogar quase sempre bola longa. Percebemos também que a arbitragem, não iria ajudar, e quando me refiro a ajudar não quero dizer que nos tem de dar alguma coisa, mas tem de ser justa para as duas equipas, o que não se verificou ao longo de todo o jogo. O campo ficou demasiado inclinado em benefício da equipa visitada”.

O técnico recaredense acrescentou ainda: “Quanto a nós, não foi um jogo muito bem conseguido, mas foi um jogo em que soubemos adaptar-nos às caraterísticas do mesmo, sendo pragmáticos e mantendo a concentração e equilíbrio sempre que necessário. Não deixamos nunca de procurar a vitória. Parabéns também ao S. Lourenço pela excelente equipa que apresenta”.

Quanto ao resultado, Eduardo Moreira não tem dúvidas: “É justo, nenhuma equipa merecia ganhar o jogo, tal foi o equilíbrio durante o mesmo”.

Share This: