Direção do Rebordosa rescinde com Tonanha

Publicado em Publicado por: O Paredense

Texto escrito por Cristina Borges.

Tonanha já não é treinador do Rebordosa. A saída do técnico foi anunciada há poucos momentos na página pessoal de facebook do treinador e entretanto confirmada pela direção do clube.

Em declarações ao jornal O Paredense, Tonanha explicou que a decisão foi tomada por intenção da direção que alegou “que é preciso mudar algo para continuar a lutar pelos objetivos”. O ex-treinador afirmou “não ter colocado o lugar à disposição”, mas garante “entender a posição da direção. É natural sentir alguma frustração, mas sobretudo tristeza porque, entre a primeira e segunda passagem são quatro anos e criaram-se ligações muito fortes com o clube e com os jogadores”. Ainda assim, Tonanha recordou: “São 74 jogos oficiais, onde apenas oito são derrotas. Por aí, não há muito a dizer, mas o que contam são os objetivos. Não interessa se é difícil ou não, se é justo ou não, o que interessa são os objetivos”.

Na hora de se despedir dos jogadores, Tonanha mostrou-se bastante emocionado: “Foi uma despedida muito difícil, porque temos uma relação muito forte. É uma relação quase de pai para filho”.

Também para Joaquim Barbosa, presidente do clube, “esta não foi uma decisão nada fácil de tomar. Depois da derrota frente ao Sobrado, sócios e patrocinadores começaram a fazer pressão e eu não resisti mais à continuidade. Enquanto dirigente máximo deste clube cabe-me a mim tomar esta decisão”. Ainda assim, Joaquim Barbosa salientou que “manter o Tonanha nesta altura fechar-lhe-ia, certamente, a um regresso ao clube mais tarde. Desta forma, a porta mantém-se aberta a um retorno no futuro, caso seja possível”.

Questionado sobre se não será arriscado mudar de treinador nesta altura do campeonato, o presidente responde assim: “Penso que não, visto que o objetivo, depois de ontem, ficou muito difícil. Por isso, não significa que ainda contratemos um treinador durante esta época”.

Joaquim Barbosa diz que “agora é hora de curar esta ferida da saída do Tonanha. A mim custou-me muito tomar esta decisão e o balneário também está destruído”.

Com Tonanha saiu também o adjunto Tito Cepeda. Para já, Tiago Leal assumirá o cargo de treinador interino.


Derrota em Sobrado poderá ter ditado a saída

A derrota por 4 – 1 na jornada do passado domingo frente ao Sobrado, segundo classificado da prova, poderá ter sido a razão para a saída forçada do técnico.

A equipa rebordosense estava “obrigada a vencer” para ascender aos lugares que dão acesso ao playoff de subida de divisão. Apesar de ainda matematicamente ser possível, o Rebordosa dificultou assim a tarefa, perdendo contra um dos adversários diretos na luta pela subida.

A cinco jornadas do fim do campeonato, o Rebordosa ocupa atualmente o 4º lugar da tabela classificativa com 41 pontos, a cinco do 2º classificado, o Sobrado, e a dez do líder Tirsense.

No final do encontro, Tonanha admitiu que “o adversário foi melhor e mereceu vencer. Não foi um domínio total, contudo, o Sobrado foi mais eficaz. Considero que o resultado tenha sido justo, embora dilatado para aquilo que se passou em campo”.

Share This: