Desporto de A a Z: O golfe não é um desporto só para ricos…

Publicado em Publicado por: O Paredense

Texto de Cristina Borges.

Quantos de nós não temos a ideia de que o golfe é um desporto direcionado a pessoas com uma classe económica elevada e dirigido à chamada “sociedade alta”? Ideia essa, que é errada e que tem o Paredes Golfe Clube como exemplo disso mesmo.

O Clube de Golfe do concelho de Paredes está em funcionamento desde 2012 e tem vindo a provar que esta modalidade pode ser praticada por todo o tipo de atletas. Dos mais novos aos mais velhos, dos homens às mulheres, dos menos capacitados aos mais capazes.

Desde que o clube abriu que por lá já passaram cerca de 20.000 pessoas, dos curiosos, aos apaixonados, dos praticantes de lazer aos atletas profissionais. Atualmente conta com cerca de 200 associados, onde se incluem quase 50 atletas da academia. A estes juntam-se cerca de 50 utentes do projeto “Aveleda Specials Cup”, 30 do “Mais Vida Ativa” (população sénior) e 20 do “Vamos ao Golfe – Desporto Adaptado”.

O Paredes Golfe Clube é hoje um clube de referência em Portugal, ao nível de formação e de capacidade organizativa. São atualmente uma das melhores academias do país e já coorganizaram, em conjunto com a Federação, provas de enorme impacto, como é exemplo o Open de Portugal, que acolheram em 2019.

A reportagem completa na edição em papel de 26 de dezembro de 2019 ou na edição online.

Share This: