Desaire frente a um dos rivais

Publicado em Publicado por: O Paredense

Texto escrito por Cristina Borges.

O “embate” da 18ª jornada da Divisão de Honra opunha Nun’Álvares e Aparecida, dois dos principais candidatos à subida de divisão. Os recaredenses viajaram até ao concelho lousadense na posição de líderes, mas os aparecidenses queriam provar que ainda estão na “luta pela corrida”.

Num jogo, com umas bancadas “bem compostas” os homens da casa entraram fortes e determinados, obrigando o conjunto de Recarei a “abdicar” do seu jogo habitual e a utilizar as bolas longas como estratégia a adotar. A cerca de meia hora do encontro, a “tarefa” parecia complicar-se para o Aparecida após a expulsão de Diogo Resende.

Apesar da dinâmica intensa, a partida manteve-se sem golos até ao intervalo.

Na segunda parte, a turma do concelho de Lousada mostrou mais eficácia ao chegar ao golo por intermédio de Rafa, aos 60 minutos.

O Aparecida conquistou assim uma vitória importante frente a um dos principais rivais na luta pela subida de divisão. Os aparecidenses estão agora a um ponto de um dos lugares de acesso ao play-off, têm 32 pontos e ocupam o 3º lugar. Apesar da derrota, o Nun’Álvares manteve a liderança com 35.

No final da partida, Eduardo Moreira não questionava o resultado obtido pela sua equipa: “Foi uma derrota justa porque não fizemos melhor do que o adversário com mais um elemento e o deveríamos tê-lo feito”. O técnico recaredense acrescentou que o importante é “corrigir o que de mal foi feito ou o que não conseguimos fazer e continuar a trabalhar para fazer melhor de jogo para jogo. O nosso objetivo é trabalhar diariamente para melhorar semanalmente o processo de jogo”.

Share This: