Conhecidas normas para a retoma das modalidades desportivas

Publicado em Publicado por: O Paredense

A Direção-Geral de Saúde (DGS) divulgou na semana passada um conjunto de orientações para a retoma das diferentes modalidades desportivas coletivas.

O organismo definiu três níveis de risco de acordo com o perigo de contágio por Covid-19 – “baixo”, “médio” e “alto risco” – tendo definido para todos regras muito específicas de acordo com a categorização do grau de risco a que estas estão sujeitas e o contacto entre atletas.

A esmagadora maioria das modalidades, entre as quais o futebol, o hóquei em patins, o basquetebol e o andebol, foram incluídas no grupo de médio risco. Neste caso, a DGS recomenda a realização de testes só no caso de as equipas pertencerem a zonas com transmissão comunitária ativa. Os testes devem ser realizados 48 horas antes das competições, de uma forma aleatória que não é muito bem explicada no documento.

Entre as modalidades consideradas de alto risco como o râguebi, o judo, o karaté, o polo aquático, a patinagem artística de pares e a ginástica acrobática as normas incluem a realização de testes até 48 horas antes de cada competição.

De baixo risco são todas as modalidades desportivas individuais sem contacto físico que não estão obrigadas a qualquer tipo de testagem.

A notícia completa na edição em papel de 3 de setembro de 2020 ou na edição online.

Share This: