Condutor que atropelou mortalmente dois motards acusado de homicídio

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: Paulo Pinheiro

Foto: Paulo Pinheiro

O condutor da viatura que atropelou mortalmente, em fevereiro, dois associados do Moto Clube de Rebordosa, durante uma festa, vai ser julgado por dois crimes de homicídio qualificado.

As vítimas eram Pedro Leal, de 36 anos, mais conhecido por “Espanhol”, e José Nogueira, de 30 anos, ambos casados e com filhos.

Segundo o JN, o Tribunal do Marco de Canaveses determinou que José Pinto, de 45 anos, vai também ser julgado por dois crimes de ofensa à integridade física, condução perigosa, condução em estado de embriaguez e cinco crimes de danos.

O emigrante enfrenta ainda acusações por parte das viúvas das vítimas e sete pedidos de indemnização de mais de 987 mil euros.

A notícia completa na edição em papel de 12 de dezembro de 2019 ou na edição online.

Share This: