Cete: 39 Bombeiros pediram a demissão do comando e direção

Publicado em Publicado por: O Paredense
Bombeiros de Cete (FOTO - Arquivo)

Bombeiros de Cete (FOTO – Arquivo)

39 bombeiros da corporação de Cete protestaram, no final da semana passada, contra alegados problemas que têm vindo a afetar a corporação nos últimos anos. Os soldados da paz entregaram os capacetes e pediram a passagem ao Quadro de Reserva, exigindo ainda a demissão do comandante José Luís Silva e da atual direção.

Os bombeiros em protesto criticaram a ausência do comandante nos diferentes teatros de operações, a existência de avaliações ilegais de bombeiros, a falta de comunicação de ordens de serviço, formação inexistente para os voluntários e incumprimento de regras na condução de processos disciplinares. Os bombeiros acusam ainda o comandante da corporação de alterar notas de avaliação de estagiários, de manter elementos na escala que não prestam serviço há 8 anos e de permitir que o quartel tenha apenas um elemento de serviço durante toda a noite.

Por outro lado, os bombeiros também acusam a direção de “falta de transparência nas contas” e “má gestão”.

Apesar da contestação, tanto o comandante como o presidente da direção garantem que vão continuar nos cargos até ao final do ano.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 26 de janeiro de 2017 ou subscreva a edição online.

Share This: