CDS/Paredes recusa coligação e critica declarações da candidata

Publicado em Publicado por: O Paredense
Conceição Bessa Ruão é a segunda militante social-democrata a assumir candidatura antes do seu nome ser aprovado nas estruturas do partido.

Declarações da candidata não caíram bem no CDS/Paredes

O CDS/Paredes ficou “estupefacto” com as declarações de Conceição Bessa Ruão, candidata à câmara municipal de Paredes, que se mostrou disponível para fazer uma coligação com o CDS-PP nas próximas eleições autárquicas em Paredes.

Em comunicado, a Comissão Política Concelhia do CDS/Paredes considera “repreensível, abusivo e de mau gosto que Conceição Bessa Ruão tenha usado o nome do CDS-PP para tentar colher frutos dentro do seu próprio partido”.

A concelhia do CDS/Paredes garante que nunca reuniu, conversou ou negociou sobre qualquer hipotética coligação com Conceição Bessa Ruão e recorda que o CDS sempre apresentou candidaturas próprias a todos os órgãos autárquicos no concelho, sem necessidade de ser barriga de aluguer de última hora.

Na mesma nota, o CDS/Paredes acrescenta que “compreende o que PSD/Paredes esteja a viver um momento conturbado relacionado com o processo de sucessão do atual presidente da câmara de Paredes, mas recusa-se a ser usado como arma de arremesso entre os potenciais candidatos”.

O CDS/Paredes diz ainda que “um eventual acordo pré-eleitoral teria de ser sempre com quem seja uma soma para o concelho e não com quem subtraia”, sustentado por outro lado que o partido “jamais faria qualquer acordo pré-eleitoral com quem esteve contra os interesses da população do concelho de Paredes e contribuiu para a retirada de competências ao Tribunal de Paredes”.

Share This: