Casa do Gaiato de Beire encerrada pela Segurança Social

Publicado em Publicado por: O Paredense

A Casa do Gaiato de Beire foi encerrada pela Segurança Social no dia 7 de novembro no decorrer de uma ação de fiscalização. O “encerramento urgente” está relacionado com a falta de condições e a “inexistência de vigilância” nas instalações, de onde foram retirados cerca de 40 utentes.

Quem dirige a instituição garante que a Casa do Gaiato de Beire funciona dentro da normalidade e tem vigilância e acusa a Segurança Social da prática de um ato “quase selvagem” na forma como retirou os utentes da instituição.

A Segurança Social justificou o encerramento da Casa do Gaiato de Beire “com as deficientes condições das instalações” e a “insuficiência de recursos humanos”, “que colocavam em perigo iminente a integridade dos utentes”.

Num comunicado enviado a diferentes órgãos de comunicação social, o Instituto da Segurança Social (ISS) explica que a ação de fiscalização aconteceu “no seguimento de denúncias e após solicitação e comunicação do Ministério do Público efetuada no âmbito de um inquérito” e apurou haver “graves irregularidades, nomeadamente “deficientes condições das instalações e de segurança e insuficiência de recursos humanos”, “que colocavam em perigo iminente a integridade dos utentes”.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 15 de novembro de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: