Carlos Ferreira, solista na Orquestra Nacional de França: “Sinto orgulho do meu percurso”

Publicado em Publicado por: O Paredense
Foto: DR.

Carlos Ferreira, 26 anos, é um dos mais proeminentes clarinetistas portugueses da atualidade e já fez parte de algumas das orquestras mais emblemáticas da Europa. No início de outubro esteve no Porto num concerto da Orquestra Filarmónica Portuguesa para assinalar o Dia Mundial da Música. Estivemos à conversa com o músico, de Duas Igrejas, que vive em França há vários anos e está a trabalhar no seu primeiro disco em música de câmara.

O Carlos nasceu a 18 de novembro no Porto, mas é em Duas Igrejas que tem as suas raízes…

Nasci no Porto, mas aos 2 meses de idade fui acolhido por uma família de Duas Igrejas que mais tarde me adotou e que são a minha verdadeira família. 

Iniciou os estudos musicais aos 6 anos. Nessa altura a música já era uma paixão?

Na altura acompanhava a Banda de Vilela, porque era onde os meus irmãos tocavam. E enquanto muitos miúdos brincavam, eu ficava pasmado a ouvir a banda. O maestro dessa altura, o Sr. Nunes, começou a dizer-me para subir ao palco e eu ficava ali até à hora da procissão porque adorava aquilo.

A entrevista completa na edição em papel de 29 de outubro de 2020 ou na edição online.

Share This: