Câmara já adquiriu antigo edifício da Adega Cooperativa, que vai dar lugar a auditório municipal

Publicado em Publicado por: O Paredense

A Câmara de Paredes adquiriu, ontem, 4 de dezembro, o antigo edifício da Adega Cooperativa de Paredes.

Segundo a autarquia, o valor da expropriação amigável foi de 779.397.00 euros, sendo hoje apresentada uma candidatura a fundos comunitários com o objetivo de transformar aquele espaço num auditório municipal com capacidade para 600 pessoas e centro de congressos e eventos.

O projeto de reabilitação do antigo edifício prevê cerca de 3 mil metros quadrados de área coberta, num investimento total de cerca de 3,8 milhões de euros.

Citado na nota de imprensa da autarquia, o presidente da câmara Alexandre Almeida, disse que “Este é um dia histórico para o executivo.  Depois de começar o ano com a aquisição do Complexo das Laranjeiras, em março, a autarquia está a terminar o ano da melhor forma, adquirindo o antigo edifício da Adega Cooperativa de Paredes para o transformar numa nova atração cultural da cidade, concelho e do território do Vale do Sousa”.

O autarca sublinhou, ainda, que “o antigo edifício da adega será transformado num auditório e centro de congressos capaz de servir os interesses culturais da comunidade, atrair eventos à região e ir ao encontro das necessidades de um espaço para espetáculos dos conservatórios de música e de dança de Paredes, dos grupos de teatro e das associações do concelho”.

Share This: