Câmara em risco de devolver mais 1,4 milhões de fundos comunitários

Publicado em Publicado por: O Paredense
Este valor acresce aos 6 milhões de euros de penalização por indícios de fraude e corrupção com fundos comunitários.

Este valor acresce aos 6 milhões de euros de penalização por indícios de fraude e corrupção com fundos comunitários.

A câmara municipal de Paredes pode ter de devolver mais 1,4 milhões de euros de fundos comunitários devido a irregularidades nos cadernos de encargos das obras de construção de 14 centros escolares.

O aviso foi deixado pelo presidente da autarquia, Alexandre Almeida, na passada segunda-feira durante a reunião do executivo. Segundo o autarca, que discutia com o vereador do PSD, Rui Moutinho, a diferença entre dívida e passivo, neste momento estão aprovisionados nas contas da autarquia cerca de 1,4 milhões de euros que a câmara pode ter de devolver á Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

“Fizemos uma auditoria profunda à construção dos centros escolares e concluímos que muitas das coisas que estavam previstas nos cadernos de encargos não foram feitas. Por exemplo, estava prevista a colocação de telhados em zinco ou titânio, e depois foram colocados em painel sanduiche, ou madeira no chão das escolas e foi posto chão em vinílico”, referiu o autarca.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 20 de setembro de 2018 ou subscreva a edição online.

Share This: