António Costa elogiou em Paredes propostas da JS para o programa eleitoral

Publicado em Publicado por: O Paredense

O secretário-geral do PS, António Costa, elogiou hoje, em Paredes, as propostas apresentadas pela Juventude Socialista para o programa de governo. António Costa foi um dos convidados da iniciativa “O Futuro Agora” organizada pela Juventude Socialista para debater os desafios e apresentar propostas para uma nova agenda política jovem nas eleições legislativas de 2019.

“Depois de ouvir algumas das propostas que foram presentadas julgo que temos aqui excelentes propostas de reflexão sobre questões que o programa de governo do PS tem de ser capaz de responder”, frisou, garantindo que várias destas ideias serão tidas em conta se o PS vencer as legislativas em outubro.  

Ao longo da tarde, os jovens socialistas apresentaram várias propostas para a educação, o combate à crise climática, a regulamentação do trabalho digital e até a legalização da canábis para fins recreativos.

António Costa considerou ainda prioritário resolver o “desafio demográfico”, corrigir a trajetória atual e garantir a sustentabilidade do Estado Social, destacando as medidas implementadas nesta legislatura que permitiram aumentar em 20 anos a sustentabilidade da Segurança Social.

“É fundamental que esta trajetória se mantenha para que a vossa geração tenha garantido o direito à habitação e o direito à reforma como a minha tem e a dos meus pais tem”, frisou.

No pavilhão municipal de Paredes repleto de jovens socialistas, o secretário-geral do PS destacou também a importância do “desafio do combate às desigualdades”, nomeadamente as “desigualdades salariais que continuam a subsistir na nossa sociedade em pleno século XXI”.

Sobre os grandes desafios que se colocam ao país, António Costa garantiu que o PS tem estado a trabalhar para garantir aos mais jovens as oportunidades em Portugal para atingir uma plena realização pessoal e profissional.

O governante deixou ainda elogios à proposta da JS de alargar o Programa Erasmus ao 12.º ano de escolaridade e da criação de um programa Erasmus interno, centrado sobretudo no interior do país. “É diferente a liberdade de ver partir da obrigação de ver partir e aquilo que temos de assegurar é que a vossa geração, que investiu muito na sua formação, tem todas as condições para se sentirem realizados aqui”.

António Costa destacou também a importância de novas políticas públicas no domínio do arrendamento, que permitam “estabelecer preços acessíveis para as novas gerações” e na contratação de jovens para os quadros do Estado. É também necessário, defendeu, introduzir alterações nas formas de acesso às profissões, de forma a garantir que as “formações dadas pelas ordens não são redundâncias da formação que foi fornecida pelo Ensino Superior nem instrumentos desleais de limitar a concorrência no acesso à profissão”.

O secretário-geral do PS considerou ainda fundamental continuar a trabalhar para alargar o acesso ao ensino, elogiando a proposta da JS de generalização dos manuais digitais, que permite manter a gratuitidade dos manuais escolares e reduzir o peso financeiro para o Estado e para as famílias.

É também “vital” prosseguir com o investimento no Plano Nacional de Alojamento, que se traduz numa segunda propina para as famílias dos estudantes.

A terminar, António Costa agradeceu o trabalho da Juventude Socialista na elaboração das propostas para o programa eleitoral, elogiando esta estrutura partidária que “potencia a contribuição ativa dos mais jovens para a construção do futuro do país”.

Ainda antes na sessão de abertura, também o presidente da câmara de Paredes, Alexandre Almeida, tinha elogiado as juventudes partidárias, que se constituem como pilares do sistema democrático, pugnando para uma sociedade mais justa e transparente.

Alexandre Almeida sublinhou em particular o trabalho que a JS Paredes tem desenvolvido na defesa das políticas de juventude, num concelho que apesar de ser dos mais jovens do país, não era voltado para os jovens.

O autarca garantiu que neste último ano e meio de governação socialista foi dado maior dinamismo ao Conselho da Juventude e foram lançados projetos virados para a juventude, como a Casa da Juventude que está a ser construída nas antigas instalações do EMAÚS em Paredes, a requalificação do Pavilhão Municipal e ainda as piscinas ao ar livre, que deverão ser construídas no próximo ano.

Share This: