Aliados perde em Freamunde

Publicado em Publicado por: O Paredense

Texto escrito por Cristina Borges.

Depois da estreia “com o pé esquerdo” nos jogos em casa do novo treinador, o Aliados de Lordelo deslocou-se ao terreno do Freamunde.

Num campo sempre difícil, os freamundenses adiantaram-se no marcador logo aos 18 minutos, Valdinho marcou o golo que dava vantagem aos “capões”.

Com uma partida equilibrada e dominada, em momentos distintos, por ambas as equipas, os lordelenses conseguiram chegar ao empate ainda antes do intervalo por intermédio de Artur Costa.

A igualdade a uma bola era o resultado ao intervalo e, no segundo tempo, os emblemas entraram dispostos a conquistar a vitória. O Freamunde “foi mais feliz” ao conseguir o golo que deu o triunfo à equipa da casa. Pedro Alves fez o 2 – 1 à meia hora de jogo e, até ao final do encontro, os visitantes não foram capazes de impedir a derrota.

A vitória permitiu ao conjunto freamundense “colocar-se” aos lugares de acesso ao play-off de subida. O Freamunde ascendeu aos 3º lugar e soma agora 34 pontos, menos três do que o segundo classificado (Sobrado, com 37) e menos quatro do que o líder Tirsense. O Aliados de Lordelo ocupa a nona posição e contabiliza 28 pontos.

No final do encontro, Pedro Ferreira considerava que o resultado não “revelava a justiça dos acontecimentos”: “Foi um jogo em que o Aliados teve momentos muito bons, dominou a maior parte do encontro e perde, no meu entender, de forma injusta. É um resultado injusto e que não espelha o que se passou em campo, mas o futebol é assim mesmo. Sofremos dois golos de forma infantil e que a este nível se pagam muito caro. Fomos superiores mas não podemos sofrer golos como os do passado domingo”. O técnico lordelense explicou ainda: “As razões para a derrota não estão propriamente ligadas ao nosso processo de jogo, mas sim à falta de soluções na adaptação de jogadores a posições e também ao fator sorte, que não tem estado do nosso lado. Ainda assim, quem tem plantel e jogadores como estes está sempre mais perto de vencer, por isso, eu acredito que ainda vamos ser muito felizes”.

Pedro Ferreira estava satisfeito com a prestação dos jogadores, mas assume que ainda há fatores a melhor: “Temos vários aspetos a melhorar, temos que solidificar alguns processos e a partir daí seremos mais eficazes. O responsável deste momento sou unicamente eu e só eu, não estou arranjar argumentos para desculpar esta fase menos boa. Com estes grandes jogadores ainda vamos dar muitas alegrias a todos diretores, sócios e simpatizantes do clube. Este clube merece mais.”

Share This: