Adjudicada obra de reabilitação da antiga Adega Cooperativa

Publicado em Publicado por: O Paredense
Edifício da antiga Adega Cooperativa de Paredes.

Foi aprovada hoje, por unanimidade, em reunião do executivo, realizada por videoconferência, a adjudicação da obra de reabilitação do edifício da Antiga Adega Cooperativa, onde vai nascer um novo auditório e centro de congressos.

O contrato foi adjudicado ao agrupamento de empresas JAMO – Construção e Engenharia Civil Lda., e Gualdin Anciães Amado e Filhos, Lda., pelo valor de 6.274.222,24€, sendo o prazo de execução de 700 dias.

Maqueta do futuro auditório e centro de congressos. Fonte: Spaceworkers

Na mesma reunião foi também aprovada a proposta para a contração de um empréstimo de médio e longo prazo, até um montante máximo de 3.325.337 €, através da Linha BEI PT 2020 – Autarquias, para financiar a componente não comparticipada por fundos comunitários do projeto.

Segundo a proposta, o empréstimo terá um prazo de 15 anos e um período de carência de dois anos, a contar a partir da data da primeira utilização.  A taxa de juro será indexada à Euribor a 6 meses, acrescida de um spread de 0.2777%.

Um terço do valor do empréstimo será utilizado após a perfeição do contrato (visto do Tribunal de Contas), sendo os restantes dois terços usados quando o projeto atingir um nível de execução de 33% e 66,6%, respetivamente.

Recorde-se que o projeto do futuro Auditório Municipal e Centro de Congressos tem um investimento total de 6.650 milhões de euros, sendo comparticipado em 85% por fundos comunitários (cerca de 3 milhões de euros). Será constituído por duas áreas dividas por uma zona pública, que engloba um auditório com 500 lugares e foyers, e outra zona privada, constituída pelos camarins, zona técnica de apoio ao espaço de espetáculo e área administrativa.

Share This: