Centenas prestaram última homenagem às vítimas do atropelamento em Rebordosa

Publicado em Publicado por: O Paredense

CENTENAS DE PESSOAS quiseram prestar uma última homenagem a Pedro Leal “Espanhol”, de 36 anos, e José Nogueira, de 30 anos, as duas vítimas mortais do atropelamento do passado sábado, dia 23 de fevereiro, em Rebordosa, Paredes.

As cerimónias fúnebres de José Nogueira e Pedro Leal realizaram-se na passada quarta-feira, dia 27, e juntaram sócios, amigos e dirigentes do Moto Clube de Rebordosa, associação à qual estavam ligados.

O ambiente era de grande consternação e tristeza pela tragédia que afetou a freguesia de Rebordosa. Naquele sábado em que decorria a festa da matança do porco no Moto Clube de Rebordosa, José Pinto

causou alguns distúrbios no interior da sede da associação. Depois de ter sido convidado a sair, o emigrante, de 45 anos, pegou no carro e lançou-se contra um grupo de pessoas que se encontrava à porta da sede. Levava consigo o filho de 13 anos, que assistiu a tudo. Fugiu do local, mas mais tarde foi detido e acusou uma taxa de alcoolemia superior a dois gramas de álcool por litro de sangue.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 7 de março de 2019 ou subscreva a edição online.

Share This: